Petista ressuscita proposta de terceiro mandato de Lula

De Cristiane Jungblut, de O Globo:

O deputado Fernando Marroni (PT-RS), em discurso, colocou em pauta mais uma vez a polêmica proposta de um terceiro mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Apesar de ressaltar a posição contrária do PT e de afirmar que a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, seria uma "grande presidente", o gaúcho Marroni disse que a ideia de mais um mandato para Lula surge entre a população e que ele não poderia se furtar a esse debate.

- Temos muito orgulho de ela (Dilma) ser do partido e nossa candidata. Mas, sinceramente, não posso me conformar (com o fato de) que as leis brasileiras impeçam que tenha continuidade a liderança desse homem, a liderança desse Presidente, coisa que não aparece de uma hora para outra. São poucos os líderes no mundo. Tenho certeza de que não há nada de imoral, de ilegal, de ilegítimo em que se faça uma consulta, um plebiscito para conhecermos a opinião do povo brasileira sobre a possibilidade de o presidente Lula concorrer ao terceiro mandato. Essa é a soberania popular, é o sentido da democracia. Todo o poder emana do povo e não do Congresso Nacional e da lei - disse Maorri, encerrando com trechos do poeta Carlos Drummond de Andrade.

Ex-prefeito de Pelotas (RS), Marroni disse que decidiu tocar no assunto depois de participar das comemorações dos 50 anos do Sindicatos dos Metalúrgicos do ABC e do congresso dos 30 anos da Federação dos Trabalhadores em Educação das universidades públicas e de verificar que pessoas defendiam a permanência de Lula.

- Vou no posto de gasolina e um bombeiro me cobra: Deputado, agora vamos lá, vamos emplacar o Lula de novo! Digo: Não pode, tem uma legislação que não permite - contou.

Nenhum comentário: