Lula parece ter razão...

Nos primeiros sete dias úteis de junho, a poupança somou média diária de R$ 288,4 milhões em novos depósitos, segundo o Banco Central. O volume é maior que toda a captação líquida de maio, quando os depósitos líquidos somaram R$ 94 milhões diários.

Segundo informações do mesmo Banco Central, naquele mês os saques na poupança superaram os depósitos em 941,55 milhões de reais.

A diferença brusca de comportamento dos poupadores certamente guarda relação com a campanha televisiva do PPS denunciando, por vias tortas, que Lula pretenderia confiscar a poupança "como fez o Collor" , campanha esta endossada pelo PSDB e pelo PFL por conta de declarações de caciques dos partidos.

A volta massiva do poupador às cadernetas de poupança denota o fracasso da estratégia da direita para desacreditar o governo Lula. Aliás, a própria popularidade ascendente dele já denota que aquela estratégia do PPS não surtiu o menor efeito.

O que é digno de nota, porém, é que fica claro que os poupadores - os quais, por terem evidentemente mais recursos financeiros do que a maioria, em grande parte não devem integrar os 80% que apóiam o presidente da República - concluíram que as "denúncias" do PPS, do PSDB e do PFL sobre confisco de poupança eram mentirosas.

Lula disse hoje (quarta-feira) que, de tanto a imprensa publicar campanhas com denúncias e críticas que depois não se confirmam, o povo acaba percebendo e passa a desconfiar também dela, imprensa.

Disseram, por exemplo, que as cotas e o Prouni rebaixariam o "nível acadêmico" das universidades. Entretanto, depois vem a público que os cotistas e bolsistas do Prouni têm apresentado desempenho acadêmico igual ou até superior ao desempenho dos universitários não-cotistas e não-bolsistas.

Disseram, no ano passado, que a inflação iria explodir, mas não explodiu; disseram que haveria epidemia de febre amarela, e não houve; disseram que o desemprego ia explodir por causa da crise, e nos últimos três meses o desemprego vem caindo...

Ao mesmo tempo, comportamentos como esse dos poupadores e as pesquisas sobre a aprovação do presidente da República mostram que ele parece saber o que diz quando afirma que o povo "percebe" e que passa a desconfiar de cada ataque, denúncia ou crítica da imprensa ao seu governo.

Xerox: : Cidadania.com

Nenhum comentário: