Evo Morales buscará acordo por porto no Uruguai

LA PAZ, 12 JUL (ANSA) - O presidente boliviano, Evo Morales, viaja nesta segunda-feira para Montevidéu com a expectativa de concretizar acordos por facilidades portuárias com o mandatário do Uruguai, Tabaré Vázquez.
"Poderíamos sair ao Atlântico pelo território uruguaio com facilidades portuárias para que a Bolívia possa ter acesso a países terceiros através de seus portos", declarou o chanceler boliviano David Choquehuanca, ao confirmar a viagem de Morales.
Segundo o chefe da diplomacia boliviana, "é preciso trabalhar ainda para uma regulação bilateral que em três meses poderá estar sob o regime de Porto Livre".
A oferta uruguaia inclui habilitar em Montevidéu um porto especial para o comércio boliviano, que poderia começar a funcionar em 2010 com uma administração similar à atualmente existente no porto de Arica, no Chile.
Para Choquehuanca, a Bolívia poderia armazenar neste porto seus produtos e buscar destinos de exportação, o que não ocorre no porto chileno, que apenas recebe mercadorias com um destino estabelecido.
A agenda dos encontros entre os dois chefes de Estado inclui também as eventuais vendas do gás boliviano ao Uruguai e a possibilidade de abertura de mercado para produtos bolivianos de exportação não tradicional.
Durante a curta visita, Morales e Tabaré Vázquez conversarão também sobre a possibilidade de reabilitar a Urupabol, grupo de integração econômica e comercial que ambas nações formaram com o Paraguai na década de 70.

Nenhum comentário: