Venezuela asume o controle de siderúrgica do grupo Thechint

O governo venezuelano, do presidente Hugo Chávez, assumiu o controle operacional da Matesi Materiais Siderúrgicos S.A., companhia do grupo argentino Techint, e deve negociar as condições para a entrega da fábrica, segundo informou um comunicado da empresa.
No texto divulgado em Milão, assinado pela Tenaris (também do mesmo grupo), a fabricante diz "reservar-se a todos os direitos garantidos pelas leis internacionais e pela legislação venezuelana para proteger seu investimento" e informa que entrará "em contato com o Governo de Caracas para estabelecer os detalhes e condições de transferência".
Em maio passado, Chávez anunciou a estatização de cinco empresas do setor siderúrgico, entre elas a Matesi e a TAVSA, nas quais o Techint tem maioria.
Em 2008, o mesmo grupo já havia sofrido com a nacionalização da Sidor, a maior siderúrgica do território venezuelano. No início deste ano, a Venezuela anunciou que iria pagar US$ 1,97 bilhão pelo controle da empresa.

Nenhum comentário: