Ricupero vê ameaça de uma nova crise

O ex-secretário-geral da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (Unctad), embaixador Rubens Ricupero, afirmou nesta quinta-feira que a economia mundial corre o risco de ingressar em outra crise porque não foram tomadas as medidas necessárias para evitar os problemas que levaram à crise atual.

Ele observa que as propostas que foram feitas pelos países que integram o G-20, com o objetivo de melhorar a regulamentação das operações financeiras, até agora não foram implementadas.

"O G-20 havia apresentado uma lista enorme de medidas, mas nada se concretizou. Tudo o que foi anunciado parece que vai ficar só na boa intenção", afirma.

"A Unctad é pessimista: achamos que a recuperação será lenta porque os bancos ainda não conseguiram resolver seus ativos tóxicos", afirma.

Ele observa que, na ausência de regulamentação do sistema financeiro, podem surgir outras modalidades de operações de risco, como foram os títulos subprime.

O embaixador lembra que, nos Estados Unidos, já há um mercado de revenda e securitização de apólices de seguro de vida parecido com o que se fazia com as hipotecas.

Nenhum comentário: