CPI do MST é arquivada

A CPI [Comissão Parlamentar de Inquérito] para investigar os repasses do governo ao MST [Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra] foi arquivada nesta quinta-feira (1º) depois que 45 deputados retiraram suas assinaturas do documento impedindo a instalação da comissão, que precisa de um mínimo de 170 assinaturas.

O pedido para instalar a CPI chegou a ser lido em sessão do Congresso na última terça-feira com 183 assinaturas, mas com as desistências o requerimento foi para o arquivo. A comissão seria mista [com deputados e senadores] e investigaria as denúncias de irregularidades no repasse do dinheiro do governo para o movimento.

A senadora Kátia Abreu (TO) e os deputados federais Onyx Lorenzoni (RS) e Ronaldo Caiado (GO), todos do DEM, eram os responsáveis pelo pedido de CPI.

Xerox : : r7

Nenhum comentário: